Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
discos básicos: Garage Fuzz, Relax in Your Favorite Chair


Para comemorar os 20 anos do clássico punk/HC Relax in Your Favorite Chair, o Garage Fuzz o relança em prensagem limitada de vinil

discos básicos: Transformer, Lou Reed


Sempre muito à frente de seu tempo

discos básicos: Suicidal Tendencies


30 anos de Suicidal Tendencies

discos básicos: R. L. Burnside, Wish I Was in Heaven Sitting Down


Blues acústico a hip hop, tradição e "moderno" com bom gosto resultando num clássico

discos básicos: Missing Persons, Spring Session M

 

Um dos melhores discos dos anos 80, Spring Session M, do Missing Persons é um clássico ‘obscuro’ da new wave 

discos básicos: Doolittle, Pixies (1989)

 

Em Doolittle, os Pixies ampliaram e deram foco ao modelo de som que os tornou superlativos em todos os sentidos

discos básicos: Black Flag

 

Muitos juram que os cinco minutos e vinte e cinco segundos das quatro músicas do EP debut do Black Flag deram origem ao que se convencionou chamar de hardcore

discos básicos: Sobre os 20 Anos de Nevermind



Nevermind parece ter esgotado tudo sobre o que o mundo seria hoje e há vinte anos. Tudo está atual e desconfortavelmente suspenso na noite do tempo. Dá medo, mas é grande arte.

discos básicos: Ramones, Ramones (1976)


Poucas bandas acertam a mão tão bem no primeiro disco como os Ramones conseguiram. A primeira coisa a chamar a atenção é a capa. Depois, o som, que parece um tapa na orelha. E, finalmente, a atitude.

discos básicos: Flogging Molly, Drunken Lullabies


Um pouco punk, um pouco oi! ; Um pouco dos EUA, um pouco de Irlanda, mas bastante de rock. Nos final dos anos 1990, quando o punk rock mundial já gerava subgêneros tão diversos, alguns se valeram de valorizar outras culturas para renovar o registro das angustias rotineiras de quem sobrevive a rock.

discos básicos: Suspended Animation, Fantômas

 

Suspended Animation é o ápice criativo de Mike Patton e sua banda predileta. 

discos básicos: Charly, Ravi Shankar


Charly foi uma trilha sonora encomendada a Ravi Shankar em 1968 pelo diretor do filme Ralph Nelson. É um dos trabalhos mais acessíveis de Ravi, conhecido dos roqueiros pelas suas participações nos festivais de Monterey, Woodstock e Concerto Para Bangladesh.

discos básicos: Singles Going Steady, Buzzcocks


Singles Going Steady é uma coletânea de todos os compactos que o Buzzcocks lançou nos anos de 77 e 78, começando por “Orgasm Addict” – que acabou censurada em boa parte das rádios britânicas – e prosseguindo com “How Do I Get?”. Pela primeira vez nas paradas de sucesso, o grupo apresentou seu coração carente/sorridente com cabelo moicano e argola no nariz. 

discos básicos: Beggars Banquet, Rolling Stones


Egressos do efeito Sgt. Peppers, que abalou as estruturas inglesas no ano de 1967, os Rolling Stones tinham dado sua versão para o fato com o excêntrico Their Satanic Majesty Requests, fazendo John Lennon disparar que os Stones faziam meses depois o que os Beatles faziam antes.  O moço estava errado.  Enquanto eles entravam em decadência com os projetos de filmes como Magical Mystery Tour, os Glimmer Twins resolveram gravar Beggars Banquet e aí, tudo mudou...

discos básicos: 30 Anos de London Calling

   
Há exatos 30 anos o álbum London Calling foi lançado na Inglaterra – dia 14 de dezembro, não por acaso a data de nascimento do anarquista italiano Errico Malatesta, favorito da corrente política da banda. Se há uma bolacha de vinil que marcou toda uma geração e que teve o poder de não deixar nada como era antes é esse álbum duplo considerado como a obra-prima do Clash.

discos básicos: Toxicity, System Of A Down


No início da década, o mundo caiu de joelhos para o System Of A Down. A acidez de suas letras - cujo alvo principal era o governo americano - mesclada ao ecletismo desenfreado de sua música fez deles a maior novidade do rock pesado nos últimos dez anos.
discos básicos: Electric Ladyland, Jimi Hendrix


Sereias, luas, marés e luas.  Após cantar sobre tudo, Jimi Hendrix trazia seu lado místico para a ribalta e expunha seus medos e delírios maiores.  O homem estava mais técnico do que nunca, chegando a ofuscar cobras como Jimmy Page, Eric Clapton e Jeff Beck. Agora ele convidava a todos para acompanhá-lo num passeio à Terra das Mulheres Elétricas.
discos básicos: Mars Audiac Quintet, Stereolab

Em 1994 nós ainda pensávamos que o futuro era algo meio distante, talvez um pouco ingênuo, quase uma situação que caberia num desenho dos Jetsons, com aquela cara de tempo imaginado que nunca veio. Depois deixamos de imaginá-lo e passamos a esperá-lo como quem espera o dia de pagar uma conta. Por CEL
discos básicos: Uno Palmo D'Lacraya, Sex Noise

 

Clássico do rock underground carioca. 

discos básicos: 20 Anos de Joshua Tree / CEL

 

Um dos discos mais erroneamente interpretados de todos os tempos, The Joshua Tree, chega ao seu vigésimo aniversário com pinta de clássico do rock. Além disso, o quinto disco do U2 (descontando os dois EPs ao vivo, Under A Blood Red Sky e Wide Awake In América) marcou o início do mega-estrelato para a banda irlandesa. Não é pouco. Por CEL

discos básicos: The Slider, T.Rex


O rock havia se tornado uma arena progressiva, na qual músicos de formação clássica se agrupavam em super-bandas nas quais a diversão parecia ser secundária, tamanho o misticismo e a atitude reverencial com que tocavam. Algumas pessoas começaram uma pequena insurreição, pregando a volta da diversão à música pop. Surgia o glam rock.
discos básicos: Big Star #1

 
 
 
Aqui estava tudo o que era preciso para os músculos do rosto se contraírem num sorriso de satisfação.
discos básicos: Led Zeppelin I


Jimmy Page entra no pub e encontra Keith Moon, baterista do The Who: "Hei, Keith. Estou com uma banda nova. Tem um cara do interior que canta como um negro, um baterista que parece uma locomotiva desgovernada. No baixo está aquele esquisitão, o John Paul Jones, lembra dele?" "Ih, meu velho. Essa banda vai decolar como um zepelim de chumbo..." Por CEL
discos básicos: What’s Going On, Marvin Gaye


 

What’s Going On pertence a uma categoria de obras universais, por seu valor histórico e artístico. a

discos básicos: Double Nickels on the Dime, Minutemen


Três caras, um álbum, dois LPs e 45 músicas. Com o disco duplo Double Nickels on the Dime atingiram o ponto máximo do minimalismo – ou seria o ponto mínimo da grandiosidade? - e construíram um verdadeiro universo musical com faixas que raramente atingem a marca dos dois minutos de duração – o que, aliás, descara o motivo pelo qual foi decidido batizar a banda de Minutemen. Por João Eduardo Veiga
discos básicos: Fresh Fruit For Rotting Vegetables, Dead Kennedys


O debut dos subversivos Dead Kennedys, capitaneados por Jello Biafra. 

discos básicos: Queen is Dead, Smiths


Nos anos 80, o ser humano fã de rock'n'roll não tinha alternativa: ou amava ou odiava Morrissey, Marr & cia. Foi o grupo mais representativo da década, o único que chegou a fazer sucesso com ares de banda alternativa até o fim de sua breve carreira. Com The Queen Is Dead eles fizeram sua obra-prima.
discos básicos: Odessey And Oracle, Zombies


Os Zombies já não existiam quando o álbum viu a luz do dia. Odessey And Oracle acabaria se tornando um disco independente antes desse termo ser inventado e traz um legado sonoro quase ignorado e que somente agora, via remasterização em CD, com as versões em mono e estéreo para todas as músicas pode ser totalmente avaliado. Tempos férteis.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.