Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
surf party: Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe 15
Quinta-feira, 3 de Março de 2016 (1:53:00)

 

 

O Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe chega à sua 15ª edição!





PRIMEIRO CAMPEONATO MINEIRO DE SURFE 15

Por Leopoldo Mocotó Furtado

 

O Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe chega à sua 15ª edição! Sim, não foi um erro de revisão, o festival realmente se chama Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe. E que doideira é essa? Vamos por partes. Existem algumas teorias sobre todas as edições do festival se chamarem "Primeiro Campeonato". Alguns acreditam que seja porque a primeira edição foi tão legal que deveria representar o festival; outros defendem que se deva ao fato de o campeonato ser o primeiro (e por muito tempo, o único) festival de Surf Music do Brasil. E digo mais: hoje, ainda podemos acrescentar que o Campeonato é o festival de Surf Music mais longevo do mundo, criando mais uma teoria.

Há ainda quem fique mais encucado com a segunda parte do nome. Como assim "Campeonato Mineiro de Surfe"? Quem curte Surf Music está cansado de saber que surfar não é necessariamente uma habilidade dos músicos e fãs de surf music hoje em dia. O estilo leva esse nome porque surgiu na Califórnia, nos anos 60, e, naquela época, realmente era o estilo preferido dos surfistas locais (em 2016, a Surf Music comemora 55 anos; em breve faremos uma coluna contando esta história direitinho!), no entanto, mesmo nos primórdios, algumas das bandas de mais sucesso estavam bem longe do mar, como The Astronauts e The Trashmen. O mesmo aconteceu em Belo Horizonte no final dos anos 90 e início do século XXI. BH não só era um celeiro de bandas de surf, mas também parada obrigatória das poucas turnês que rolavam por aqui. Dick Dale passou por lá e escreveu uma música em homenagem à cidade; Man... or Astro-Man? não só tocou em BH três vezes como gravou o disco EEVIAC por lá. Dessa movimentação toda para surgir um festival de Surf Music foi um pulo.

No ano 2000, aconteceu o Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe, com nove bandas de três estados diferentes. Deste então, o festival tem acontecido religiosamente todo ano na Semana Santa (mentira, não aconteceu todo ano e nem sempre foi na Semana Santa, mas não pude perder a sacadinha).

Eis que chegamos à 15ª edição, cujo line up foi divulgado hoje. Então vamos ao que interessa!

Como esta é uma edição comemorativa, teremos algumas homenagens e exposição de cartazes das edições anteriores. Onze bandas de seis estados revezarão no palco da Obra, casa oficial do Campeonato, e darão uma ideia do que é produzido hoje em dia na cena surf brasileira.

Além de bandas veteranas, teremos também algumas estreias em palcos mineiros. A festa começa no dia 23 com os Beach Combers, do Rio de Janeiro, e o Reverb All Stars, de BH. Além de tocar na festa de abertura, os Beach Combers farão algumas intervenções pelas ruas de BH para divulgar o festival e, quem sabe, tocar umas músicas. A banda já está mais que acostumada a isso, já que tem tocado muito mais pelas ruas do Rio de Janeiro do que em casas de show. Recentemente abriram o show dos Rolling Stones na marra! Simplesmente montaram os equipamentos na porta do Maracanã e chamaram a atenção não só dos fãs que passavam por ali, como da produção dos Stones.

Reunindo músicos de diversas bandas mineiras de Surf Music de todos os tempos, o Reverb All Stars surgiu para tocar na segunda edição do festival. Com formação flutuante, a banda promete um repertório recheado de clássicos do estilo, tocados por quem realmente ama e entende o que está fazendo.

O segundo dia do festival marca a primeira estreia. Ivan Motosserra Surf & Trash vem direto de Salvador, e toca ao lado da banda de punk rock mineira Dead Pixels. Quem fecha a noite são Los Pollos Caipiras, de Ouro Preto, que estão divulgando o seu primeiro trabalho.

A terceira noite começa com mais uma estreia, direto de Natal: Jubarte Ataca, com seu reverb feito em casa, seguidos dos curitibanos dos Kozmic Gorillas, única banda ainda em atividade que tocou na primeira edição do festival. Quem fecha a noite é uma das bandas mais ativas da cena atual, The Mullet Monster Mafia, de Piracicaba. Além de ter acabado de lançar um belo picture disc, a banda se prepara para uma tour pelo nordeste, quando tocará no Selvagem Festival, partindo em junho para a Europa, quando se apresentará no segundo festival de surf mais longevo do mundo, o Surfer Joe Summer Festival.

A quarta e última noite do festival abre com outra estreia. Direto de São Paulo, Os Brutus fazem seu aguardado primeiro show em Minas Gerais. Responsáveis por um dos melhores discos brasileiros de surf de 2014, em pouco mais de um ano já tocaram na Argentina e têm feito grandes shows por onde passam. Na sequência, os Gasolines, outra banda veterana dos Campeonatos que está se preparando para tocar na Europa e no Surfer Joe Summer Festival, trazem toda sua latinidade vista através dos óculos de Link Wray (reza a lenda que eles foram a primeira banda a tocar Comanche no Campeonato. Sinto que este parêntese reultará em longas discussões). O show de encerramento do festival marca a volta dos Retrofoguetes à ativa. Veterana e responsável por alguns dos melhores shows e discos do estilo no Brasil, a banda promete voltar com tudo; até emprestou o seu baterista, Rex, para criar a arte e a identidade visual do festival.

Então, prepare-se que ainda dá tempo de armar aquela viagem para curtir uma praia em Belo Horizonte nesta Semana Santa!


Serviço:

Entrada: R$30,00 por dia

Local: A Obra Bar Dançante, à Rua Rio Grande do Norte, 1168, Belo Horizonte, MG.


De 19 a 22/3/2016:

- Flashmob Beach Attack com Beach Combers (RJ), pelas ruas de BH.

- Exposição sobre a história do festival na Obra.


Quarta – 23/3/2016:

Festa de aniversário dos 15 anos

Beach Combers (RJ) 

Reverb All-Stars (MG-SP)

Discotecagem - DJ Capitão Insano 


Quinta - 24/3/2016:

The Dead Pixels (MG) 

Ivan Motosserra (BA)

Los Pollos Caipiras (MG)

Discotecagem - DJs Marcelimelda e Perna


Sexta - 25/3/2016:

Jubarte Ataca (RN) 

Kozmic Gorillas (PR) 

The Mullet Monster Mafia (SP) 

Discotecagem - DJ's Big Paul The Monster e Claudão Pilha (Estrume'n'tal)


Sábado - 26/3/2016:

Os Brutus (SP) 

Gasolines (SP) 

Retrofoguetes (BA)

Discotecagem - DJ's Capitão Insano e Carlão Brando (Violentures)

 
 
 
Leopoldo Mocotó Furtado é Head Honcho da Reverb Brasil Records e um dos criadores do Primeiro Campeonato Mineiro de Surfe. Atualmente apresenta os programas Surf Report, na Antena Zero, e Surfin' South, na North Sea Surf Radio.
 

 
 Links relacionados 
· Mais sobre Rock Press
· Notícias por admin


As notícias mais lidas sobre Rock Press:
Tudo que você queria saber sobre o U2


 Opções 

 Imprimir Imprimir


Tópicos relacionados


Desculpe, comentários não estão disponíveis para esta notícia.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.