Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
vinteum: Quix*o*tic, Mortal Mirror
Quinta-feira, 10 de Abril de 2014 (20:55:10)


O lado b dos anos 90




QUIX*O*TIC 

Mortal Mirror

(2002)


Por Marcos Nascimento


De toda a cena que rolava no estado de Washington no fim dos anos 80 e chegaria a maturidade nos 90, somente uma parte dela conheceu de verdade os holofotes da fama gigantesca. Mas existiam bandas na região muito além das camisas de flanela e dos riffs sujos de guitarra. Essas bandas criaram uma cena independente forte e mesmo não sendo a escolhida para o culto da mídia, foi tão influente e decisiva quanto as bandas de Seattle. Selos como Kill Rock Stars e K Records eram as duas principais casas por onde os discos eram lançados. A cidade de Olympia era um ponto importante que funcionava como um centro de troca de informações e material autoral de qualidade era passado de mão em mão, circulando por pessoas que transformaram aquela efervescência em zines, discos, cassetes, camisas, festivais, uma cena autossustentável onde o mais bacana talvez fosse que homens e mulheres conviviam de maneira horizontal, vide o número de bandas em que garotas tocavam e produziam canções. 

Figuras como Corin Tucker e Carrie Brownstein, Tobi Vail e Kathleen Hanna, Calvin Johnson, todos peças chaves daquele momento, iriam se tornar os responsáveis por transmitir através de suas bandas e de suas ideias um modo alternativo de manter-se visível e de projeção fora do status quo tão tendencioso ao esgotamento, Calvin era o fundador da banda Beat Happening, possuía um programa de rádio comunitário chamado KAOS-Fm, dono da K Records, chegou a trabalhar no zine Sub Pop ao lado de Bruce Pavitt, antes do zine tornar-se uma gravadora de sucesso e era grande agitador da cidade universitária onde nasceu e até hoje preserva seu estúdio e seu selo. Para se ter uma ideia de como a cidade era uma aglutinadora de talentos basta lembrar que três dos compositores mais importantes da última década passaram por lá, Elliot Smith, Kurt Cobain e Beck.

Além de bandas como Bikini Kill, Sleater-Kinney, Built To Spill, The Gossip, Modest Mouse que lançaram ou começaram suas gravações em um desses selos, uma banda em especial no ano de 2002 faria seu segundo e último álbum, Mortal Mirror saiu pela Kill Rock Stars. Formada pelas irmãs Christina (guitarras e vocais) e Mira Billote (bateria e vocais) e o baixista Brendan Majewski no ano de 97, esse disco talvez seja um dos trabalhos mais coesos e irresistíveis dessa pequena célula underground. O grande diferencial da banda ao restante das bandas feministas e riot grrls era uma aproximação ao doo-wop e ao R&B de grupos dos anos 60. Com um ótimo senso de ritmo e uma cozinha que sabia conduzir com swing que poucos punks conseguiam, os vocais se combinam e fazem contrapontos que não eram tão comuns na década.



Se no primeiro disco elas haviam gravado “Whats So Good About Goodbyes” dos Miracles, em Mortal Mirror elas atacavam com “Tell It Like It Is” e “Sitting In The Park” adicionando ao som da Chess/ Motown um charme de uma juventude de meninas que tocavam seus instrumentos e mostravam que podiam ser suaves e raivosas numa mesma canção. Outras canções já mostram um lado minimalista influenciado por bandas como Wire, Young Marble Giants, que deixavam espaços entre um compasso e outro, saber trabalhar o silêncio é abrir novas formas de interpretação e possiblidades, pois nem sempre distorções e gritos significam intensidade e fúria. A abertura com “Ice Cream Sundae” tem referências a “Love You” de Syd Barret com suas letras nonsense que giram como um mantra onde a cada nova repetição um senso de percepção é explorado. Mais um cover aparece no desfecho “Lord Of This World” numa versão devidamente redentora e digna dos mestres do Sabbath. Uma pena que após esse disco a banda se desfez e ao que parece não volta a se reunir, principalmente após sofrer a perda do baixista Brendan, que cometeu suicídio no ano de 2011.


“To be the breeze in the top of the tress

To be nowhere...”


+ próximo clássico 21: The Mars Volta, De Loused In Comatorium






 
 Links relacionados 
· Mais sobre Rock Press
· Notícias por admin


As notícias mais lidas sobre Rock Press:
Tudo que você queria saber sobre o U2


 Opções 

 Imprimir Imprimir


Tópicos relacionados


Desculpe, comentários não estão disponíveis para esta notícia.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.