Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
sobre algo: Sobre Frank Ocean e sorvete de casquinha
Sábado, 8 de Setembro de 2012 (2:01:57)

 

Fique ligado para uma longa sequência de anacronismos e piadas de pinto.



 

 

SOBRE FRANK OCEAN E SORVETE DE CASQUINHA

Por  Marcelo Shaw

 

Eu me lembro nitidamente da primeira vez que tive alguma forma de contato com sexo. Eu tinha 7 anos e meu ar condicionado quebrou, meu irmão estava fora de casa e fui dormir no quarto dele. Ele tinha uma daquelas TVs que tinham videocassete embutido e eu simplesmente tive que apertar play. Garotas desinibidas num paraíso tropical colocavam a boca no que então pareciam estranhos sorvetes de casquinha. Eu continuei assistindo até desistir de tentar entender e fui assistir reprises no Cartoon Network. Eventualmente, deixei as casquinhas pra trás e desenvolvi imagens da musa de personalidade fraturada fumando últimos cigarros inexpressivamente ao topo de uma escadaria, imóvel em sua respiração pausada e distanciada de tudo. Seu rosto não é conhecido, seu nome não é proferido, sua presença não é sentida. Sexo é inspiração em todos os suspiros interrompidos e traumas compartilhados.

E ainda assim falar do assunto sem cair em franco frotismo é delicado. Musear a garota fumando um cigarro na cama sem soar perturbador é montanhoso. Imagens se formam na cabeça e traduzir isso em palavras cada vez mais se torna complicado. Você a vê, mas não sabe o que fazer disso. Fazer música disso é foda, há algumas chances de você soar como uma versão ruim de Kenny G tocando de rider na praia. Com o belíssimo Channel Orange, Frank Ocean conseguiu um dos discos mais passionais já feitos.

Como é aparentemente impossível comentar sobre o disco do Frank Ocean sem falar disso, ele é bissexual e assumiu publicamente pouco antes do lançamento do disco. Isso não devia nem sequer ser discutido, 2012 e o pessoal ainda não tratar opção sexual com a mesma naturalidade de alguém ser moreno ou loiro realmente não entra na minha cabeça. “Thinkin Bout You” meio que tem essa temática de uma forma encantadoramente sutil, o falsete no refrão é de desnortear qualquer um e desmontar qualquer defesa. O álbum soa como uma jornada contra diversos fantasmas, mas mais do que qualquer coisa é um pedido a um amante sem nome.

Quando ele canta “I watch you fix your hair, then put your panties on in the mirror” na “Pyramids”, destaque absoluto do disco por sinal, Frank soa realmente desesperado por atenção. Aquela pessoa nos deixa irracional, os sentidos se confundem numa única batida torta de coração. Precisamos de contato na pele, conforto em forma de sorrisos. Frank Ocean segue na tradição dos melhores cantores de Soul e R&B. Marvin Gaye, Otis Redding, Sam Cooke vivem em cada som proferido no Channel Orange. “Girl you know you're lost, lost in the thrill of it all” ele geme no refrão de “Lost” e isso meio que resume do que se trata essa porra toda: é uma confissão de sentimento, só que o sentimento é confuso em diferentes formas de desejo e o que sobra é um devaneio semi coerente feito pra arrancar um sorriso dela. E ela tem uma porra dum sorriso tão bonito.

Na mais frágil das vozes ele canta “if it brings me to my knees, it's a bad religion” na excepcional “Bad Religion”. O vocal do Frank Ocean merece bastante destaque, ele realmente domina com uma puta elegância a própria voz e consegue transparecer com facilidade qualquer forma de estado mental. Mas há bem mais aqui do que isso. Num geral a obra consegue um dos feitos mais raros possíveis: ser instantaneamente acessível mesmo contendo um considerável grau de complexidade. Cada giro revela detalhes então desconhecidos, os arranjos são realmente inteligentíssimos nesse sentido. E para um disco longo, 17 músicas em 55 minutos, é uma experiência consideravelmente leve. É sexual sem jamais cair na vulgaridade, gloriosamente cego por beleza. Não há nada parecido em 2012 e realmente merece atenção.

Em algumas noites todas as estrelas se aproximam da lua e tudo está bem.

 


 
 Links relacionados 
· Mais sobre Rock Press
· Notícias por admin


As notícias mais lidas sobre Rock Press:
Tudo que você queria saber sobre o U2


 Opções 

 Imprimir Imprimir


Tópicos relacionados


Desculpe, comentários não estão disponíveis para esta notícia.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.