Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
rip: Morre Dio
Domingo, 16 de Maio de 2010 (17:52:18)


Se cala a Voz do Metal . O lendário vocalista Ronnie James Dio faleceu hoje (16). No final do ano passado, o músico descobriu que estava sendo consumido por um cancer estomacal. Aos 67 anos, Dio é mais uma perda lastimavel do rock mundial em 2010.



 



rip

Morre DIO



Se cala a Voz do Metal . O lendário vocalista Ronnie James Dio faleceu hoje (16). No final do ano passado, o músico descobriu que estava sendo consumido por um cancer estomacal. Aos 67 anos, Dio é mais uma perda lastimavel do rock mundial em 2010.

Em carta à Imprensa, Wendy Dio, esposa e empresária, declarou: “Hoje o meu coração está partido. Ronnie faleceu às 7h45 deste domingo. Muitos amigos e familiares vieram dar o último adeus antes de sua partida. Ronnie sabia o quanto era amado por todos. Por favor, peço alguns dias para assimiliar essa terrivel perda.  Por favor, ele amava vocês e sua música viverá eternamente”.

Ronnie James Dio integrou as bandas ELF, RAINBOW, BLACK SABBATH, HEAVEND AND HELL e o seu projeto solo DIO. O músico, até hoje, era uma lenda viva. Conhecido mundialmente como uma das vozes mais poderosas, também ficou famoso por ter popularizado o "Moloch", os tais chifrinhos, gesto tradicional do heavy metal.

Na página oficial do Facebook de Ronnie James Dio foi aberto um espaço para os fãs mandarem mensagens em homenagem ao vocalista do Heaven and Hell.


http://www.roadrunnerrecords.com/blabbermouth.net/news.aspx?mode=Article&newsitemID=140129

 

+ Shows do Heaven & Hell no Rio e em São Paulo ano passado

+ Show DIO, Rio de Janeiro em 2006

+ Filmes Rock: Metal - A Headbanger's Journey - Dio é um dos que mais aparecem no doc e entre outras coisas revela como surgiu o símbolo metal "dos chifrinhos"

 

+ Comentários sobre a morte de Ronnie James Dio


Ozzy Osbourne [Black Sabbath] escreveu no Twitter: “Descanse em paz, Ronnie”.

David Coverdale [Whitesnake, Deep Purple]: “Fiquei muito triste ao saber da morte de Ronnie… Meus pensamentos, preces e condolências a sua família e amigos”.

Glenn Hughes [Deep Purple]: “foi um verdadeiro líder do heavy metal… um ícone e um visionário… Nunca haverá outro como ele”.

Sebastian Bach [Skid Row]: “Dio era uma grande parte da minha vida. Fiz shows com ele, trabalhei com ele e amo o Dio por toda a minha vida. Muito obrigado”.


Ritchie Blackmore (RAINBOW):
"Ronnie tinha uma voz única e incrível. Sentiremos muito sua falta no mundo do rock n´ roll."


KISS:

“Lamentamos a trágica passagem do grande Ronnie James Dio. Além de sua poderosa habilidade vocal, Ronnie era um verdadeiro cavalheiro, que sempre mostrou muito carinho e amizade para conosco e todos ao seu redor. Sentiremos sua falta”.


Sebastian Bach:
"Chorando agora mesmo em memória do meu herói e amigo Ronnie James Dio. Eu fiz shows e trabalhei com ele, e o amei minha vida inteira. Muito obrigado. O mundo perdeu um dos melhores."


Slash (ex-GUNS N ROSES):
"Ronnie Morreu às 7:45 na manhã de hoje, mas sua música viverá para a eternidade."


David Coverdale (WHITESNAKE):
"Estou muito triste em ouvir que Ronnie se foi... Meus pensamentos, preces e condolências à sua família e amigos."


Mike Portnoy (DREAM THEATER):
"Descanse em paz, Ronnie James Dio... um dos melhores de todos os tempos. Parece que Dime (Dimebag, PANTERA), Rhandy (Rhoads, OZZY OSBOURNE), Cliff (Burton, METALLICA) e Bonzo (John Bonham, LED ZEPPELIN), acabaram de achar um vocalista. Este é um dos dias mais tristes que o metal já teve."


Andrea Ferro (LACUNA COIL):
"Conheci rapidamente Ronnie durante uma passagem de som em Milão, na Itália, e ele foi muito gentil. Sem mencionar como a voz dele era incrível e mágica. Descanse em paz!"


JUDAS PRIEST:
"Nós estamos preenchidos com uma grande tristeza com a terrível notícia sobre nosso amigo Ronnie James Dio. Nossas condolências e amor vão para Wendy e família. Ronnie foi um homem maravilhoso e sua perda é lamentável."


TWISTED SISTER:
"Os membros do Twisted Sister, junto com milhões de fãs ao redor do mundo lamentamos a morte de nosso amigo Ronnie James Dio. Ronnie não era somente um gigante na cena metálica mundial, mas também uma das pessoas mais legais que você poderia conhecer. Começando em 1983 quando fizemos nossa primeira turnê juntos no Canadá, e continuando durante os últimos sete anos que tocamos em vários festivais ao redor do mundo, Ronnie era um dos mais apoiadores e graciosos membros da música. Nossos pensamentos e preces estão com Wendy (esposa) e família de Ronnie."


Glen Hughes (DEEP PURPLE, BLACK SABBATH):
"Hoje é um dia muito triste... Eu perdi um amigo muito querido. Ronnie era um verdadeiro líder do heavy metal... um ícone e um visionário... Nunca haverá outro como ele. Ronnie me deu sabedoria, e mostrou grande compaixão desde quando estava no ELF, todos estes anos, quando estávamos em turnê juntos no meu tempo com o Deep Purple. Ele foi um maravilhoso e gentil professor. Eu sentirei sua falta, companheiro."


Ralph Santolla (OBTUARY, DEICIDE, DEATH, ICED EARTH):
"Não existe uma pessoa no metal hoje que não deva alguma coisa a Ronnie James Dio. Eu tive o prazer de conhecê-lo, e ver ele em ação várias vezes, incluindo a Black and Blue Tour (com Black Sabbath e BLUE ÖYSTER CULT). Ele costumava tratar todos como iguais, mas poucos eram iguais a ele. Descanse em paz, e Deus o abençoe."


Rowan Robertson (guitarrista do Dio no disco "Lock Up the Wolves"):
"Fui um privilegiado em fazer parte da vida e da música de Ronnie James Dio. Meus sentimentos aos familiares."

Danny Vaughn (TYKETTO):
"Ainda estou balançando a cabeça de forma negativa ao pensar que Ronnie James Dio se foi. Realmente machuca pensar que ele morreu."


ANTHRAX:
"Dio, Deus em italiano. Palavras não farão justiça, então nem tentaremos."


Ronny Munroe (METAL CHURCH):
"Dio foi a minha inspiração e de milhares de outros cantores. Seu legado permanecerá. Obrigado e descanse em paz, Ronnie."

 

 

Tom Leão, O Globo

“Podemos dizer que, Ozzy à parte, a voz que definiu o metal como conhecemos foi a de Ronnie James Dio, inclusive foi ele que popularizou o sinal dos chifrinhos com os dedos. Um ícone incontestável.”
 


Arthur Dapieve, O Globo

Dio morreu. Nada mais é permitido. Não, ao menos, imaginar um cavaleiro medieval enfrentando dragões e demônios. Sério. O metal perdeu um de seus melhores cantores, além de uma de suas figuras mais emblemáticas. Que toque o maior rebu no inferno.”

Dani Nolden, Banda Shadowside

Ronnie James Dio é imortal! Não há morte física que seja capaz de levar deste nosso mundo - em que tudo é passageiro - tudo aquilo que ele representou e ainda representa. Para nós músicos, que tínhamos Ronnie James Dio apenas como artista, ele sempre será uma fonte de inspiração. Não apenas por seu talento único, mas também pode ter sido insuperável independente do período de sua vida. Tive a oportunidade de vê-lo ao vivo na Suécia, em 2009. O que vi no palco foi um homem pequeno e franzino, com idade para ser meu avô - e avô de muita gente ali - produzindo uma das vozes mais poderosas já ouvidas. Única, inconfundível e incansável. Ronnie James Dio, a sua música será para sempre admirada e você eternamente respeitado. Você é um mestre! Obrigada por todos esses anos de arte que você nos deu... você nunca morrerá em nossos corações.


Marcel Ianuck, Jornalista e Banda DareDazzler

Morreu um ícone... mas a sua obra, sua contribuição para a música, será eterna!!! Fico feliz de ter presenciado a última tour do Heaven and Hell por aqui!! Hoje é o 11 de setembro do Metal... R.I.P. Dio!!!!”



Alexandre Linares, Editor e designer

Long Live Dio! Long Live Rock and Roll! Para minha juventude, Dio foi vital. Sua passagem pelo Black Sabbath coincidiu com o momento em que eu ligava o rádio pela primeira vez para escutar uma rádio Rock. Era a antiga 97,7 Fm, de Santo André com seus inúmeros programas únicos (Metal, Hard Rock, EBM entre tantos outros...). Era a época do Grunge com o Nivana, Perl Jam entre tantas outras, do Black Album do Metallica e da balada Under de Bridge do Red Hot, música tema de minha primeira paixão. Dio era o Black Sabbath naqueles dias. Era a cara dele. Claro, também ouvi o Ozzy... mas naquele começo dos anos 90 era ele quem encarava com sua voz os clássicos do Sabbath. Saber que ele se foi é triste. O que podemos fazer dizer Long Live Ronnie James Dio!



Joilson, Banda Clube de Patifes

“Foi um susto receber essa notícia da morte de Ronnie James Dio, uma das maiores vozes da história do rocknroll. Não vejo necessidade alguma de falar das qualidades dele, pois já a muito tempo se tornou uma lenda do rock, tem uma discografia incrível, tanto no Rainbow, no Sabbath quanto em  carreira solo. Alias a voz e toda sua personalidade, eram marcantes e definitiva  em qualquer um desses projetos e bandas que ele participava, era incrível, um amigo meu sempre dizia: "Black Sabbath com Ozzy é Black Sabbath, Black Sabbath com Dio é Dio". Hoje é definitivamente um dia muito triste e estremeço ao perceber que nosso heróis estão indo embora aos poucos, nesta última década muitos se foram e é realmente uma pena que o rock esteja envelhecendo também. A nova geração não tem chegando nem perto desses gigantes e a verdade é que, para se saber o que é realmente rocknroll, cada vez mais, teremos que olhar para trás, para nomes e obras de caras como Dio, definitivo para o rocknroll e para história do heavy metal também.”



Junior Abreu, Banda Os Abreus

“Apesar de ser muito mais fã do Ozzy, a perda do Dio é a perda de um marco. Vai descansar agora. O cancer é uma doença corrosiva.”

Pepe Bueno, Banda Tomada

Muito triste mesmo a noticia da morte de Dio, ele foi um cantor autentico, uma referencia do rock não so do metal, só pegar discos com o ELF, o cara é impressionante, coloca uma interpretação unica e convincente sempre. Perdemos um icone do Rock!


Maurício Angelo, Revista Movin Up

Complicado falar de Ronnie James Dio sem superlativos. De todos seus trabalhos o que menos conheço é justamente o primeiro, o Elf. De carisma absoluto, Dio construiu uma das carreiras mais sólidas do metal. Foi destaque e gravou álbuns clássicos por onde passou. Ajudou a popularizar o símbolo dos "chifrinhos", umas das entidades do estilo. Lembro da primeira vez que ouvi "Long Live Rock N' Roll", puta álbum do Rainbow. A carreira solo repleta de grandes momentos. Dio manteve o Black Sabbath, fundadores do metal, em ótimo nível após a saída de Ozzy. Apesar dos contratempos e dos problemas, foi e retornou à banda, gravando discos sempre no mínimo bons e fazendo ótimos shows. Era impressionante a forma que tinha ao vivo, mesmo com quase 70 anos. Felizmente tive o prazer de vê-lo ao vivo com o Heaven & Hell em 2009 em Brasília. Um monstro, no melhor sentido possível. Fará imensa falta. Seu legado é um dos mais importantes da história do metal. E isso fala por si.



Fábio Kalunga, Bandas Cabeça e B Negão & Seletores de Frequencia

Conheci o Dio atraves dos clipes que passavam num programa que tinha na TVE, nos anos 80, se não me engano era o Kid Vinil que
apresentava, achava o maximo, depois vim conhecer mais a fase com o Rainbow, com a música "Longe live Rock and Roll ", que é muito, muito boa, sempre cantarolo esse refrão, é como "It's a long way to the top if you wanna Rock and Roll'', do AC/DC, um hino. Vi tambem o show do Black Sabbath com ele nos vocais no Canecão, incrivel. Dio ,descanse em paz,sua Música sempre será lembrada.



Flávio Hopp, Fotógrafo

Sem sombras de dúvidas uma grande perda para o Metal Mundial. Sentiremos muito a falta deste grande e inigualavel vocalista que nos encantou com seus mais diversos Hits.Que DEUS o receba de braços abertos. 



Silvio Essinger, TV Globo

Uma grande voz. Só espero que, seja lá onde esteja agora, Dio não encontre ninguém da capa do disco "Holy Diver".

 

Costábile Salzano Jr, Heavy Metal Portal Rock Press

Ronnie James Dio era a voz do Heavy Metal! Ozzy pode ter todo o carisma do público, mas Dio era a referencia, o poder, a força de um segmento musical. Na minha opinião, Dio, como seu próprio nome diz, era Deus! Apesar dos 67 anos, o vocalista não mantinha a mesma voz de quando era jovem, mas cantava tanto que humilhava até mesmo com tanta experiência nas costas. Ele brilhava, encantava, dava uma aula seja ao vivo ou em CD, ou seja, um verdadeiro mestre. A voz do Metal se calou, mas seu legado ficará para a História. Dio nos deixou em matéria, mas seu espirito continuará entre nós inspirando muitos músicos. Os fãs da música pesada agradecem por tantos anos dedicação, momentos inesquecíveis e impagáveis. Descanse em paz, mestre!



Ricardo Pugialli, escritor

Perdeu-se a ÚLTIMA voz sincera do Heavy e, por que não, do Hard Rock. Descanse em Paz e faça belas Jams com o time de feras que vai te recepcionar!



Ricardo Schott, Laboratório Pop

Quem realizou o sonho de ver o Sr.Metal de perto, realizou. Quem não realizou, só em outras vidas. Dio, que esteve no Brasil algumas vezes, atraindo uma horda de fãs que nunca o abandonou e o seguiu em todos os projetos nos quais se meteu - ultimamente, vinha impressionando fãs com as músicas inéditas do Heaven and Hell, boa reencarnação do Black Sabbath com outro nome - infelizmente não está mais entre nós. O fato de vários astros do metal e do rock terem passado o dia chorando as memórias que tinham de Dio, já diz muito sobre sua importância para gerações e gerações de músicos. Nem Ozzy Osbourne, que sempre teve lá suas diferenças com o cantor que o substituiu no Sabbath, resistiu. Acabou publicando uma mensagem no Twitter, como o fizeram Tom Morello, Slash, Twisted Sister. Guerreiro metal até o fim, lutava contra uma doença incurável e já desafiava o tempo, ao subir no palco e botar adolescentes para sacudir as cabeças, com seus inacreditáveis 67 anos. Ficam os discos e seus vários projetos para comover as próximas gerações. Dio merece respeito.



Ayuso

O Dio morreu? Ele foi o vocalista que me fez odiar Black Sabbath, sem antes conhecer o Ozzy ,claro. Que descanse em paz o figura, tinha um cabelo engraçado.

 

Do Twitter:

andreaskisser R.I.P. Master Ronnie James Dio! We will miss you.

joao_gordo_ BUUUUAAAAAAAA o RONNIE JAMES DIO MORREU .... vou ouvir o born again ...

billycorgan - R.I.P. Ronnie James Dio. I only got to meet him once and I can honestly say he was the nicest person I have ever met in music.

billycorgan - Ronnie was a true gentleman, and obviously one of the best rock singers there will ever be. What a sad loss today.

 

André Smirnoff, Fotógrafo

Ser da turma de 71, não só me proporcionou de aos 13 anos ir sozinho ao primeiro Rock In Rio, mas como também ter acesso a lançamentos mais importantes e que marcaram o HM no mundo no momento em que estavam chegando ao Brasil.
Aos 9 para 10 anos já tinha minha coleção (até então) completa  do Black Sabbath, e já estava bem na época do lançamento de Live Evil o último e mais conturbado disco ao vivo com Dio. Muito se ouvia na época que ele Dio havia na calada da noite remixado e colocado sua poderosa voz acima da guitarra de Tony Iommi, justificando assim sua expulsão da banda, mas sem antes levar consigo Vinnie Appice.
Dio não pararia e em pouco tempo dava sua resposta com Holy Diver, albúm que o consagrava e deixava nenhuma dúvida que ele era uma das mais valiosas vozes dentro da história do HM. Entra com força na nova era de video-clipes e mostra e assusta o mundo com sua voz. Mesmo havendo lançamentos abaixo do esperado e sem muita repercussão em vendagem, DIO sempre teve casa cheia em seus shows, é algo incrível como sempre o vi com casa cheia, com a voz impecável e o seu carisma que conduzia multidões a segui-lo e a cantar suas músicas. Foram 5 apresentações, entre Brasil e Inglaterra, e entre em carreira solo, Heaven and Hell, e até com o Black Sabbath que felizmente pude estar presente e ver e ouvir. Hoje o HM esta de luto e nunca mais será o mesmo, se cala o homem, o músico, o ícone Ronnie James Dio.  Obrigado Dio, descanse em paz.


Gepeto + AÇÃO DIRETA

Morre mais um brilhante ser humano vitimado por esta doença letal e devastadora!!! Mas com toda a certeza sua obra e sua voz, essas são eternas e nunca irão se calar!!! Fazem parte da galeria dos clássicos absolutos cantados em vóz única e bela!!! Obrigado,RONNIE JAMES DIO!!! R.I.P - Descanse Em Paz !!!

 

Carta de Lars, Metallica, a Ronnie James Dio
Caro Ronnie,
Acabei deixar o palco em Zagreb. Somente agora soube que você se foi. Estou em choque, mas queria que você soubesse que você foi uma das principais razões para eu estar no palco, ser músico. Quando eu te vi pela primeira vez no Elf, abrindo para o Deep Purple em 1975, fiquei completamente encantado pelo poder de sua voz, sua presença no palco, sua confiança e a facilidade para domar 6 mil pessoas e um dinamarquês de 11 anos de idade, que não estava nem um pouco familiarizado com a música do Elf. No ano seguinte, pirei ao ouvir os resultados da sua união de forças as de meu guitarrista favorito. Vocês combinaram tão bem que instantaneamente me tornei o fã número 1 do Rainbow na Dinamarca. No outono de 1976, quando você fez seu primeiro show em Copenhagen, eu estava literalmente na primeira fila e nas muitas vezes em que fizemos contato com os olhos me senti a pessoa mais importante do mundo. A notícia de que vocês estariam hospedados na cidade no seu dia de folga, me fez peregrinar ao Hotel Plaza para ver se eu poderia de algum modo pegar uma foto, um autógrafo, um momento, alguma coisa. Poucas horas depois, você saiu e foi muito gentil e atencioso... fotos, autógrafos e alguns minutos de brincadeiras. Eu estava no topo do mundo, inspirado e pronto para qualquer coisa. Rainbow foi a Copenhagen mais algumas vezes ao longo dos anos seguintes e por uns bons três anos, foram a minha banda favorita absoluta no planeta. Anos depois tive a sorte de encontrar você algumas vezes e você sempre foi tão amável, atencioso e gentil como quando em 1976, fora do hotel. Quando finalmente tivemos a chance de tocar juntos na Áustria, em 2007, apesar de eu não deixar transparecer, me transformei novamente naquele garoto que você conheceu e inspirou 31 anos antes e foi uma honra e um sonho dividir o palco com você e o resto das lendas do Heaven and Hell. Algumas semanas atrás, quando soube que você não iria poder se apresentar nos shows que dividiríamos em junho, eu quis te ligar e dizer que estava pensando em você e desejando tudo de bom, mas eu meio que fui bobo, pensando que a última coisa que você precisava em sua recuperação era se sentir obrigado a atender um telefonema de um baterista dinamarquês/molecote fã. Queria ter dado esse telefonema. Vamos sentir imensamente sua falta nesses shows e estaremos pensando em você com grande admiração e carinho. Me pareceu tão perfeito tê-lo na turnê com os chamados "Big Four" já que, obviamente, você foi uma das principais razões das quatro bandas existirem. Suas orelhas definitivamente irão queimar durante essas duas semanas, porque todos nós vamos falar, relembrar e compartilhar histórias sobre como ter conhecido você tornou as nossas vidas muito melhores.
 
Ronnie, sua voz foi um impacto na minha vida e me motivou, a sua música me inspirou e influenciou e sua amabilidade me tocou fundo. Obrigado.
 
Muito amor,
Lars

Original em http://www.metallica.com/index.asp?item=603183

 

Ariel, Invasores de Cérebros
Um pequeno grande homem! Gostava muito dele no Rainbow. Era um ícone dos grandes vocais do Heavy Metal antes do surgimento do termo. Que a terra lhe seja leve.


João Luiz, vocalista do King Bird
O mundo rock jamais será o mesmo! Parece um jargão, mas é realmente o que penso. A nótícia da morte do Mestre Ronnie James Dio foi algo que me deixou extremamente chateado, desnorteado, pois em meus 20 anos de carreira, posso dizer com toda segurança que tudo o que aprendi sobre ser um músico de verdade, veio de James Dio. Quando comecei a cantar, jamais imaginei que um dia cantaria suas músicas, tampouco que o conheceria pessoalmente. Graças a Deus tive a oportunidade de encontrar o Dio em todas as vezes em que ele esteve no Brasil, tendo sido sempre recebido com muito carinho. Levará um bom tempo até que eu consiga aceitar sua morte. Ronnie James Dio foi e será sempre a voz mais poderosa do heavy metal, e seu legado jamais morrerá, pois restará vivo em nossos corações, em nossa música, continuando a mostrar o quão maravilhoso é o rock n' roll. Que Deus o abençoe por tudo o que ele fez por nós! Long Live james Dio!!! Obrigado Mestre!!!"


Monika Cavalera
Choque . Achei que somente as pessoas que participaram diretamente ou indiretamente da vida dessa lenda ficariam arrasados com tamanha perda. Me equivoquei.Minha filha de 13 anos ,Joanna,  chorou a noite toda e não  conseguiu ir a escola hoje. Acho que no fundo ,todos nós estamos um pouco deprimidos.
Rest in Peace.


Ivan Busic, Dr Sin
Essa perda é algo triste demais. estávamos fazendo shows pelo nordeste nesse fim de semana.Ontem estavamos em Fortaleza e durante o dia escutamos Dio durante umas 3 horas seguidas na piscina .todos cantavam em coro e comentavam a genialidade dele e de suas obras.Quando chega a noite recebo essa notícia devastadora .sabíamos que estava doente mas tínhamos esperança que ele escapasse dessa. O Rock perde um de seus maiores vocalistas . Quando o conheci pude comprovar que realmente ele era uma pessoa única tanto no talento quanto na humildade.  Uma coisa é certa: Sua obra é eterna e ele deixará muita saudades. Para quem já viveu Heaven and Hell fica a certeza de que ele merece o Céu.
Saudades.

Ricardo Caulfield, Vilipêndio
Este domingo acabou sendo um dia muito triste para o rock. Ronnie James Dio era  o representante de um  rock com classe e vigor, era um vocalista virtuose, mas não fazia firulas, não posava de cantor de música clássica. Era um vocalista de metal com aquilo que o estilo tem de melhor a oferecer: garra e coração. Além de ser um intérprete fora de série, ele deixou-nos um legado de clássicos inesquecíveis, seja na sua carreira solo ou com o Sabbath e o Rainbow.
 


Luiz Cesar Pimentel, Jornalista R7
Eu vi o Dio em ação com o Heaven & Hell no ano passado. Depois do show, quando soube que estava se tratando de câncer, não acreditei. Pois ao vivo e no disco a voz dele continuava impecável. E mesmo a postura de palco.  É um cara de quem fui fã por 30 anos, desde que o conheci no Black Sabbath. Aliás, foi um dos responsáveis por eu ter virado doente em heavy metal, ele, toda turma do NWOBHM, quando eu não tinha 10 anos ainda. Ele sempre soube escolher seus projetos, músicos para tocar junto. Seja no Black Sabbath seja na carreira solo. Aliás, Holy Diver e Last in Line, os primeiros discos solo dele, são obras-prima. Assim como os dois de estúdio dele nos 1980 no Sabbath - Heaven and Hell e Mob Rules. Live Evil, dessa fase, é um dos melhores discos ao vivo da história. Dehumanizes nem tanto. E o The Devil You Know, último trabalho dele, é uma grande despedida. Long Live Ronnie James Dio.

Marco (Repo Man), RP
Lamentável. O baixinho era a figa de qqr banda em que cantou, seja no Rainbow, Black Sabbath ou até no último projeto, o Heaven and Hell... Pra mim foi o maior vocal do Heavy Metal... R.I.P. Dio

Ricardo Cachorrão, RP
Independente das preferências musicais de cada um, e o heavy metal está muito longe de ser uma preferência minha, quem aprecia MÚSICA, não pode negar que perdemos um dos grandes vocalistas de toda a história. R.I.P., Ronnie!

Bruno Maia, vocalista do Tuatha de Dannan
Dio foi, é e continuará sendo um deus do Heavy Metal.É imensurável seu valor.Sua voz e suas composições estarão sempre conosco e com gerações futuras.Soube como ninguém sondar motivos fantasiosos e criar temas inesquecíveis.Ele se foi, mas sua obra é eterna: Long Live Ronnie Dio!

Vitor Rodrigues,TORTURE SQUAD
Falar do maior mestre entre todos neste momento é muito difícil. A perda é imensa. Muito mesmo. Dio é um dos meus maiores professores, não somente pela voz grandiosa, mas pela presença de palco, carisma e acima de tudo humildade. Um exemplo de vocalista, um exemplo de ser humano. É um exemplo de uma pessoa que se dedicou de corpo e alma em todas as bandas das quais participou, e em todas elas deixou sua marca. Hoje Ronnie James Dio passou da vida terrena para ser eternizado no panteão dos deuses, não somente dos deuses do Metal, porque ele estava acima disso tudo, e o que me conforta é que seu legado continuará vivo por muito, muito tempo.
 Descanse em Paz, Meste dos Mestres.


VLAD ´ThE CaNnON´ ORLOFF

Nós filhos do metal ficamos órfãos, perdemos um grande músico,uma grande vóz do HEAVY METAL de grande importancia.Iniciou sua carreira + ou -  na década de 50,deixando sua mrca registrada em varias bandas como THE ELVES,THE ROPHET´S,ELF,RAINBOW,BLACK SABBATH,DIO e em muitos outros projetos. Ronnie James DIO deixa este mundo e um grande legado na música,grandes trabalhos,grandes classicos,milhares de fãs por este grande mundo.Tinha uma tinha uma voz única e incrível incopiavel praticamente,um grande herói que ja esta fazendo falta com certeza,sua voz se calou momentaneamente mas  estara eternizada,sinto um grande vazio,é estranho esta é a minha maneira de prestar uma homenagem a um cara que respeito muito,devo muita coisa a ele,aprendi muito tocando suas músicas.Ao ver DIO no palco todos sentiam quanto ele era carismatico e fazia questão de ser pois sabia o amor e respeito que os fãs tinham por ele,um verdadeiro LORD.Atendia todos de maneira inigualavel,fica aqui minha homenagem ao grande MESTRE Ronnie James DIO,se eu continuar falando sobre ele vai dar umas 2 paginas. DIO  não conseguiu vencer esse DRAGÃO,mais não importa pois quem é DIO (DEUS) não morre jamais!!!!!   ´´DIO DIVINE!!!!´´ LONG LIVE ROCK AND ROLL.... UMA VOZ Q NUNCA SE CALARA.SOMOS ROCK,FICA AQUI MINHA DOR. DESCANSE EM PAZ ´VELHO & GUERREIRO DIO`!!!  LEVANTE E GRITE!!!!
 
  
Marcos Araújo, RP
Os decibéis do metal certamente não serão mais os mesmos.  Um minuto de silêncio.  E ao fim, o moloch! 


Eduardo Abreu, RP
Dio é uma dessas figuras que se mistura com a mitologia do rock. Dono de uma voz poderosa e que estabeleceu um padrão para se cantar hard rock e heavy metal. Esteve à frente de três bandas importantes, mas foi no Sabbath, com a árdua missão de substituir Ozzy, que registrou as melhores canções de sua carreira. Seus dois primeiros álbuns solo são impecáveis e encerraram um período clássico do heavy metal. Dio era também um sujeito afável. Sua participação no documentário "Metal - A Headbanger's Journey" é humana e calorosa. Long live rock and roll.


Evandro Martins, Laranja Freak
Lembro de quando o assisti aqui em Porto Alegre. Era impressionante a grande voz que saía daquele pequeno homem. Não só o heavy metal, mas a música em geral perde uma de suas grandes vozes.


Bruno Eduardo, Nonsense
A voz de trovão se silencia. Dio significava muito mais do que sua garganta afiada. O Heavy Metal é um estilo clássico por natureza, e sobrevive aos tempos por suas lendas vivas - com messias e heróis contemporâneos. Ele era como o "Thor" do Heavy Metal, que ao empunhar o seu martelo (microfone), de tão pequenino se agigantava. A representatividade de Dio perante o Heavy Metal é imortal.

Ayka Zero
Fiquei tao triste.....o veiinho era foda


Andreas Kisser
Ontem, 16 de maio, quando estávamos a caminho do Marrocos para fazer o nosso primeiro show no norte da África, ouvimos as notícias sobre Ronnie Dio. Foi muito triste, toda a banda o conhecia, encontrando-o no backstage em muitas ocasiões, inclusive alguns membros da nossa equipe trabalharam com ele em seus shows solo e com H&H, ou para sair aqui no Brasil, país que ele visitou várias vezes e onde ele é amado, não só por causa de sua música mágica, mas também porque ele era uma das pessoas mais queridas no mundo, qualquer pessoa que o conheceu pode dizer isso. Eu tive o privilégio de tocar com ele em um show em São Paulo, em 2006 ele me convidou para tocar Mob Rules, a última canção do show e com direito a um espaço para um solo!!! Eu nunca vou esquecer, foi um dos dias mais felizes da minha vida, apenas um mestre real pode ser tão amável. Minhas condolências para Wendy Dio, família, amigos e fãs em todo o mundo. Ele fará falta, a voz do metal, único.

Kiko Loureiro, Angra
"Ninguém entendeu melhor o que é interpretar este estilo do que ele. Dio certamente serviu de exemplo para todos, mostrou que podemos ir longe por muitos anos aos palcos com energia e atitude. Me lembro claramente da camiseta que mais gostava de usar aos meus treze anos. Era a do 'The Last In Line', um dos seus trabalhos em carreira solo mais marcantes. O mais inspirador disso tudo é que a vi pela primeira vez quando meu professor, na minha primeira aula de guitarra, me mostrou como se adivinhasse que aquela demonstração era em cheio o que eu queria fazer da vida. Baixinho de voz gigante, que sempre disse que banda de Metal não deveria compor baladas e, ao mesmo tempo, as introduções lentas de suas músicas acabariam por se tornar hinos imortais pro estilo. Dos discos que mais escutei na vida, com certeza está o 'Live Evil' do Black Sabbath. Nessa obra em específico, todas as músicas da banda estão como devem ser cantadas! Sempre preferi o 'Look out' ao 'We love you all'. A melhor voz do Heavy Metal estará para sempre conosco. Deixo aqui meus pensamentos fragmentados e vou tocar o “Don't Talk To Strangers” para me consolar...”


Rafael Bittencourt, Angra
"Perdemos Ronnie James DIO! Um exemplo raro de ética e amor à profissão. Ele realmente se doava completamente aos fãs numa entrega que fascinava. A sua espada e a sua força eram, na verdade, a representação de um coração bom e nobre que ele não temia em mostrar quando cantava. Era um pequeno gigante nos palcos quando soltava sua voz. Uma figura singular e inspiradora. Descanse em paz mestre!"


Edu Falaschi, Angra
"Ontem a noite, 16 de maio (domingo), eu estava voltando de Manaus após um fim de semana inesquecível com o Angra, e tive umas das notícias mais tristes da minha vida: Ronnie James DIO nos deixou!  O mundo perde o melhor cantor de Metal da história, mas acima de tudo, perdemos uma das almas mais brilhantes que já existiu na terra! Um artista que idolatrava seus fãs incondicionalmente e que fazia aquilo que realmente amava: cantar Heavy Metal! DIO foi meu grande mestre, a pessoa que me inspirou como artista e ser humano! Meu grande e ÚNICO ídolo se foi! Dificilmente um dia preencherei esse vazio que hoje reside em meu peito! Gostaria de deixar aqui meus sinceros pêsames a toda família Dio. Que Deus ilumine seus caminhos! Enfim, ficará eternizada em nossos corações sua arte, sua música, sua lição de vida e, principalmente, sua inigualável voz! DIO, nós te amaremos pra sempre! Obrigado por sua existência! 16 de Maio, o dia mais triste da história do Rock e do Heavy Metal!"



Vitão Bonesso, apresentador do programa Backstage, da KISS FM
Era um domingo ensolarado e tranqüilo. Eu estava com a minha namorada conversando, quando o telefone tocou. Do outro lado da linha, um amigo me dava a má noticia. “Vitão, o Dio morreu”. Foi um gelo, e o choro veio em seguida. Eu tinha que fazer alguma coisa, pelo menos uma homenagem, afinal era domingo, e o meu programa iria ao ar algumas horas mais tarde. Estava tudo gravado, pronto, mas eu, ainda zonzo, tive animo de acessar a internet, saber de mais informações enquanto juntava algum material de Ronnie para fazer um especial no meu programa. Não ia ser fácil fazer as coisas de improviso em meio a tanta comoção. Mas juntei o que deu, e logo depois fui para a Kiss Fm. Juro que me senti como se estivesse fazendo o meu primeiro programa, há 21 anos atrás. Ler o comunicado doloroso de Wendy Dio, ali, ao vivo foi sufocante. Nunca imaginei ter que vivenciar uma experiência tão triste, anunciando a morte de um amigo. Sim, um amigo, que há exatos 12 meses me recebia logo depois da apresentação do Heaven And Hell, no Credicard Hall, em São Paulo, com um sorriso dizendo: “Hey, você andou perdido esses tempos?”, se referindo a sua ultima visita ao Brasil, da qual não pude ir. Incrível, um cara tão ocupado, cercado de tanta gente, ainda lembrava do meu nome, e diante da negativa do manager em não me deixar tirar uma foto com a banda, ele foi taxativo: “Ah... vem pra cá e tira essa foto ...”
Durante o programa Backstage do ultimo domingo, pedi aos ouvintes que quisessem expressar seu pesar, para enviarem e-mails para a rádio. Chegaram cerca de 300 e-mails, e boa parte deles, mais da metade, relatava fatos de ouvintes que haviam vivenciado de perto algum problema com essa terrível doença chamada câncer. Eram ouvintes de várias idades, de 15 à 45 anos, que relatavam experiências com algum parente ou familiar mais próximo, que sofreram ou sofriam por causa dessa terrível doença, que levou meu amigo Ronnie, que um dia levou meu amigo André Boragina (Fates Prophecy), e da qual minha mãe vem lutando para se livrar.
Estou, não só comovido pela perda de um dos meus maiores ídolos, mas sim pela perda de um ser humano e um profissional exemplar, que fazia as pessoas sorrir e cantar. Esse gigante era Ronnie James Dio. Descanse em paz, meu querido !

Dagotta – Repúdio, Sophiris e o Troppo
"Dio me faz lembra a epoca que tinha meus 16,17 anos e ficava a tarde toda escutando o Live Evil no trabalho com um amigo e falava que o Dio era melhor que o Ozzy no Sabbath. Sempre alguem me criticava quando falava aquilo e que eu era maluco. Quando soube que ele morreu pensei que não ia ter uma outra oportunidade de ouvir ele cantando Neon Knights, vai deixar saudades no mundo do Metal!"

Iuri Sanson, banda Hibria
O R. J. Dio é, e sempre será, uma das principais vozes do Heavy Metal mundial. Peso, feeling e melodia saíam ao natural influenciando muitos vocalistas. Dio nunca morrerá para os amantes do Metal pois ele seguirá no nosso dia-a-dia. Deixou tantos trabalhos matadores que seguiremos ouvindo sua voz em nossos encontros, festas, carros, mp3 players...

Luciano Cirne, RP
Não sou muito fã de metal, mas não dá pra discutir que o cara foi e sempre será um ícone do gênero e que os discos do Black Sabbath com ele nos vocais são uma coisa linda! Que os anjos da capa de "Heaven and Hell" te levem em paz!

 

O Deus Humano, por Andre Matos
Neste momento em que todos estamos sentindo a falta de Dio e vários músicos vêm prestando suas homenagens e tributos, gostaria de falar sobre o lado humano de Ronnie.
Conheci Dio no México, na cidade de Monterrey. Na ocasião éramos uma das atrações de um festival que reunia, entre outros, Twisted Sister, Quiet Riot, Dokken e Dio. Na chegada ao aeroporto, ao aguardar as bagagens junto à esteira, eis que se aproxima um ser de porte mínimo - porém de carisma inconfundível. Dio me estende a mão como se fôssemos velhos amigos: "How are you?"... Confesso que fiquei um pouco paralisado, sem saber o que responder naquele instante. "Fine, and you?" - devo ter dito. Realmente não lembro quase nada desse diálogo. Ao mesmo tempo em que me encontrava cara a cara com uma das poucas lendas vivas do rock, podia perceber a naturalidade e a gentileza com que Dio se dirigia às pessoas. O que, de certa forma, me tranquilizou: passamos então, bons 20 minutos conversando sobre vários assuntos antes de partir para o hotel.
Mas a maior surpresa estava reservada para o dia seguinte: por um capricho do acaso - ou da assessoria de imprensa do festival - fui escalado para, juntamente com Dio, percorrer os principais canais de televisão e rádio, para juntos fazermos a divulgação do evento. Foi aí que conheci a pessoa por trás do mito.
Passamos o dia inteiro indo de um lugar a outro, almoçamos e jantamos juntos, e tempo não faltou para que Ronnie me contasse várias das incríveis passagens de sua vida. Me surpreendeu por diversas vezes ao insistir para que eu respondesse a várias das perguntas que eram dirigidas a ele nas entrevistas. Surpreendeu ainda por seus atos de gentileza, tais como puxar a cadeira para alguém sentar ou ajudar alguém a vestir a jaqueta. Ronnie não precisava fazer isso. Mas fazia questão. Aquele pequeno homem impressionava pela vitalidade. 
No dia do show, desnecessário dizer que a sua apresentação foi, de longe, a melhor da noite. Assisti da primeira fila e me emocionei ao lembrar meus primeiros anos no metal. Nunca cantamos juntos no mesmo palco - mas naquele momento, cantei junto todos os seus hinos, da platéia. Foi um dos melhores shows que já assisti.
A notícia do câncer de Dio foi ao mesmo tempo triste e enfática. Todos nos orgulhávamos de que o metal parecesse imortalizado na figura de Ronnie. Sempre foi um alento para qualquer vocalista saber que poderíamos envelhecer como Dio - e com a voz intocada!
Mas nesse caso, nem mesmo Deus (Dio, em italiano) é imortal. A hora chegou para o nosso ancião.
Dio morreu aos 68 anos: foi e será um dos maiores exemplos de integridade neste meio musical, um cara simples e humano, um monstro sagrado.
E, se fosse possível falar com os mortos, como nos sonhos, certamente estenderia a mão para ele como um velho conhecido e perguntaria: "How are you?"... "Fine, very fine", ele responderia!   


Paulo Sisinno
É muito difícil pra mim dizer algo nesta hora pois eu estou SEM PALAVRAS... A morte de Ronnie James Dio, pra mim, é algo especialmente difícil de acreditar. Dio foi um cara que só fez coisas boas no mundo da música (do Rock Pesado), fez incontáveis fãs felizes pelo mundo todo. Dio foi um ídolo que todo fã de Heavy Metal acompanhou pela vida inteira. Quem, como eu, começou a ouvir Rock nos anos 70, ouve Ronnie James Dio desde a época do Elf e do Ritchie Blackmore's Rainbow [1o disco solo do Blackmore, ex-Deep Purple].) Dio simplesmente foi um dos grandes ÍCONES DO HEAVY METAL (junto com Ozzy Osbourne e Lemmy, na minha opinião). Pra mim, DIO, OZZY & GILLAN não são apenas os maiores intérpretes de Rock Pesado; também são meus maiores ídolos neste estilo... por tudo isto, a notícia da morte de Ronnie James Dio foi um verdadeiro choque pra mim. E não só para mim; tenho certeza que o mundo HEAVY METAL está de luto, no planeta inteiro... fãs e outros artistas do estilo tinham Dio como um grande ídolo. Pessoalmente, vou passar os próximos dias ouvindo Rainbow, Sabbath e Dio solo... é meu modo de matar as saudades do ídolo.
LONG LIVE RONNIE JAMES DIO!
METAL FOREVER


Rodrigo Branco, KISS FM
Pouca gente sabe, mas a  história de Ronnie James Dio se confunde com a própria história do Rock. O baixinho com a maior voz de todos os tempos, tinha mais de 50 anos de estrada! Ele começou como baixista em 57. Dio passou pelo Rockabilly nos 50, Blues-Rock nos 60/70, com Elf, Hard/Heavy nos 70/80, com Rainbow e Black Sabbath, e Heavy Metal nos 80/90/2000 com a banda Dio, e finalmente com o Heaven and Hell. Além da voz poderosíssima, era mestre em cena, sobre o palco, e um gentleman fora dele. Ou seja, um dos caras mais competentes e boa gente da história do Rock. Felizmente pude vê-lo ao vivo em diversas ocasiões. Descanse em paz, Mestre!

 

Maicon Leite - Roadie Crew
"Tristeza, angústia, medo... Estas são palavras que talvez se encaixem um pouco no que sinto desde o último domingo, quando nosso grande mestre, Ronnie James Dio, nos deixou. Mas não para sempre... Seu trabalho, ÚNICO, servirá de apoio nos nossos momentos mais dificeis, Sei que quando cada banger do mundo ouvir seu trabalho, haverá magia no ar, ou seja, toda aquela mágica que ele nos deu durante sua vida, devemos retribuir de alguma forma, e principalmente sendo pessoas melhores.
 
DIO, o pequeno gigante, era conhecido pela sua eterna gentileza e humildade, coisas que faltam em muitas pessoas, não apenas do meio rockeiro, mas sim da humanide em geral. Imagine se todos possuíssem 1% destas qualidades? O mundo com certeza seria melhor. No meu caso, em especial, posso dizer que este triste fato modificou minha vida para sempre, não apenas como membro dessa nação metálica, mas sim como ser humano, independente da música... Devemos muito ao mestre.
 
Enquanto algumas pessoas teimam em falar mal de seu trabalho, considerando-o "ridículo", há milhões de pessoas que choram, que estão tristes e porque não desesperadas? Sinto, além da grande tristeza, um grande desespero no ar, já que a maior voz já surgida no Heavy Metal se foi... Devemos agradecer pela existência de Lemmy, Iommi, Harris, Halford. Enquanto eles estiverem vivos e pulsantes, o METAL estará seguro, em boas mãos.
 
Não sei o quanto eu consigo expressar meus sentimentos, mas gostaria de compartilhar com todos, um pouco da minha infância, no interior do Rio Grande do Sul...
 
- O tempo passou, já não sou mais o mesmo em alguns aspectos, mas, em outros, continuo o mesmo pirralho headbanger "fuçador" das revistas e LPs dos meus primos... Aquela época, mágica, me proporcionou o encontro com os maiores nomes do Rock mundial. Quem diria que aquele guri gritador (desde pequeno), muitas vezes timido, estaria hoje fazendo o que faz por aí, subindo nos palcos e berrando? Isso muito se deve aos meus ídolos da infância? Quem? Joey Belladonna, Max Cavalera, Robert Plant, Mick Jagger, Joey Ramone, Barney Greenway, e por fim, o maior de todos: RONNIE JAMES DIO. Lembro como se fosse ontem: eu sempre colocava meu aparelho de som na rua, e esgaçava o volume no máximo! Minha mãe não se importava, meu pai tampouco. Minha irmão, dez anos mais nova, brincava de tocar guitarra com um cavalinho de madeira, imitando o Iron Maiden... Enfim, aqueles sábados são inesquecíveis, e o som, altissimo, deixava meu primos loucos, eles mesmos, que me apresentaram ao som pesado. Era tradição eles lavarem as motos e carros na frente da casa da minha tia, de lá da frente dava para se ouvir claramente as músicas do DEHUMANIZER, para mim, um dos melhores, senão o melhor, álbum do Black Sabbath. Detalhe: eu havia comprado a fita K7 desse disco, assim como comprava de todas as bandas que escutava, ou pegava os LPs dos meus primos (que agora são meus) e gravava... Havia várias formas de conseguir algo, e comprar fitas K7 era a mais corriqueira. Então, lá estava eu, escutando "I", "Computer God", "Time Machine", e todos os outros clássicos, quando veio um primo meu e pediu para eu baixar o som.... DANE-SE! Não baixei! Continuei ali, firme e forte, pouco se importando, imitando DIO e sua trupe, tentando cantar junto, mas, não sabendo as letras nem nada! Era mágico!
 
Outra coisa que me lembro bem, era comprar as revistas de Rock da época, e que ainda guardo com todo cuidado. Uma delas, acho que uma edição especial da BIZZ ou TOP ROCK, era sobre o Sabbath, bem na época do DEHUMANIZER. Lembro também que outros primos meus foram no show do SABBATH em Porto Alegre, em 1992. QUE INVEJA! Mas, eu, que era muito pequeno, não teria como ter ido... Tinha apenas 10 anos na época, mas as memórias estão lá.
 
Anos depois, DIO tocou novamente em Porto Alegre, no Bar Opinião. Vários amigos foram, mas na época, eu estava passando por sérios problemas familiares, como veremos a seguir, e nem lembro muito o motivo de eu não ter ido...O seguinte texto tem um tom amargo, pois trata-se do maldito câncer, que levou minha mãe, no mesmo ano, assim como levou embora DIO no domingo.
 
Ao descobrir sua doença, minha mãe, que adorava a Jovem Guarda, e era a obrigada a escutar todo tipo de Metal lá em casa, lutou com todas as suas forças para vencer este verdadeiro dragão, fazendo com que ela fizesse uma cirurgia, quimioterapia e radioterapia. Sim, ela passou por tudo isso, mas cerca de 5 anos depois, a maldita doença voltou, só que mais forte... No tempo em que ela tentou com todas as suas energias vencer de novo esta guerra, passando de novo pela quimioterapia, radioterapia e cirurgia... Mas, não adiantou. Assim como Wendy ficou ao lado de DIO, eu e minha familia ficamos ao lado dela dia e noite, muitas vezes não dormindo, mas, cuidando para que ela de repente melhorasse, e desse a volta por cima. Só que o destino sempre nos prega peças, e poucos dias antes do dia das mães de 2001, ela nos deixou.
 
Posso dizer com todas as palavras, que se não fosse o Metal, eu talvez teria ido por outros caminhos, mas, mantive a cabeça erguida, e sabendo que estava sendo correto, fiz tudo como deveria ser... Nessa época estava escutando bastante TYPE O NEGATIVE (do eterno PETER STEELE) também, assim como Pettalom, que minha mãe gostava. Sim, "Serenade to a Sleeper Fairie" era uma de suas músicas favoritas daquela último ano.
 
Nesses e em outros momentos, de tristeza ou alegria, DIO e BLACK SABBATH sempre estiveram presentes, afinal, o vozeirão de DIO é algo fora do comum, não é mesmo? O que será de nós?
 
Talvez quem leia este texto odeie algo que eu possa ter escrito, mas, foi algo como um desabafo, algo que eu precisava fazer, ainda mais quando somos obrigados a ler verdadeiras ASNEIRAS, de jornalistas fracassados de quinta categoria. Preciso citar nomes? Ou posso falar como no livro/filme do Harry Potter: "Você-Sabe-Quem" , mas desculpe, isso não passa de histórias para crianças... assim como as fantásticas histórias medievais encontradas nos trabalhos do DIO, e no Metal em geral. Quem é ridiculo? Ora... Prefiro manter minha jovialidade, minha mente livre, independente do que ler, ouvir ou assistir. Somos adultos o suficiente para separar as coisas, afinal, ninguém aqui vai fantasiado de Conan para trabalhar? Infelizmente não dá! Ainda bem que tem gente sensata, e de bom gosto: NÓS, os ridículos.
 
Enquanto termino este "pequeno" texto, escuto NEON KNIGHTS, um dos clássicos do perfeito HEAVEN AND HELL.
 
DIO, pode deixar, nós manteremos a chama acesa, e toda a magia no ar. Nós a espalharemos pelos ventos, assim como sua voz e história fantástica. Obrigado por sua existência, e que algum dia, a gente se encontre.... DESCANSE EM PAZ!
 
Com lágrimas...
 

Dagotta – Repúdio, Sophiris e Troppo
"Dio me faz lembra a epoca que tinha meus 16,17 anos e ficava a tarde toda escutando o Live Evil no trabalho com um amigo e falava que o Dio era melhor que o Ozzy no Sabbath. Sempre alguem me criticava quando falava aquilo e que eu era maluco. Quando soube que ele morreu pensei que não ia ter uma outra oportunidade de ouvir ele cantando Neon Knights, vai deixar saudades no mundo do Metal!"

Alexandre Sant' Martins (Motoshield)   
Elf, Rainbow (o melhor), Black Sabbath, Heavend And Hell E Dio.  O que falar? O que "Dio" cantava virava ouro. Pena eu não ter escutado muito Dio antes, e hoje vejo que, talvez, eu seria mais fã dele do que gostaria. A voz, o publico e um homem... Dio The God Metal." A DIO'S"

Mark Devil Made In Hell, empresário e estudante
Obrigado,Ronnie, por fazer parte da minha vida de adolescente e adulto você marcou a minha vida e sempre me emocionei com a sua voz desde as primeiras vezes que ouvi suas fantasticas músicas.
 


+ Quer enviar seu comentário? E-mail para contato@portalrockpress.com.br

 

Sobre Dio

+ Dio  tinha 67 anos, foi diagnosticado com câncer no estômago em novembro do ano passado. No início do mês, o Heaven & Hell anunciou o cancelamento de todos os shows agendados para o verão no Hemisfério Norte, por conta da lenta recuperação do vocalista. Em nota à imprensa, Dio declarou, na época, “desapontamento com o fato”, e afirmou que “com a continuidade do apoio dos fãs” ele iria superar o problema, e que “haverá mais turnês, mais música, mais vida e muito mais mágica”.

Ronnie James Dio nasceu em Portsmouth, New Hampshire, Estados Unidos, em 10 de julho de 1949. Foi vocalista de bandas seminais para o rock e o heavy metal, como Elf, Rainbow, Black Sabbath, e de seu próprio grupo. Nos últimos tempos atuava com o Heaven & Hell, versão do Black Sabbath com outro nome, junto com Tony Iommi, Geezer Butler e Vinny Appice.

Dio foi o responsável pela propagação de um dos maiores símbolos do heavy metal, o “Moloch”, feito com todos os dedos da mão fechada, exceto o indicador e o mínimo. O cantor dizia ter aprendido a fazer o gesto com a avó, de origem italiana, para espantar os “maus espíritos”. Com o tempo, o “Moloch” virou símbolo do heavy metal.

 

+ Confira entrevista Ronnie James Dio tv americana:


 
 Links relacionados 
· Mais sobre Rock Press
· Notícias por claudia


As notícias mais lidas sobre Rock Press:
Tudo que você queria saber sobre o U2


 Opções 

 Imprimir Imprimir


Tópicos relacionados


Desculpe, comentários não estão disponíveis para esta notícia.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.