Bem vindo a portal rock press 21 anos!
  Olá Anônimo!
Busca  
filmes: Os Piratas do Rock
Quarta-feira, 6 de Maio de 2009 (1:45:37)


Mergulho nostálgico na música que marcou os anos sessenta, ou melhor, sua juventude. 









OS PIRATAS DO ROCK

(The Boat That Rocked, 2009)


Por Eduardo Ribeiro


A comédia Os Piratas do Rock conta a história de uma rádio pirata dos anos 60 fazendo transmissões da costa britânica, uma homenagem de Richard Curtis ao som que mudou sua vida.

Richard Curtis, autor conhecido por sua temática cara à comédia romântica e aos quiproquós amorosos – Quatro Casamentos e um Funeral, Um Lugar Chamado Notting Hill, Simplesmente Amor, Diário de Bridget Jones -, em seu recente filme investiu num assunto um pouco diferente. Em Os Piratas do Rock, que chega ao Brasil em 29 de maio direto para o DVD, o diretor e roteirista trata de uma história que não deixa de apelar às emoções, explorando o sentido da amizade. Mas, de modo interessante e convidativo, faz um mergulho nostálgico na música que marcou os anos sessenta, ou melhor, sua juventude.

Por isso a trilha sonora é indispensável ao desempenho do longa que conta a trama inspirada nas rádios piratas que existiam na Inglaterra naquela década. As estações oficiais, como a BBC, transmitiam mais ou menos duas horas por semana de rock, ao que os veículos piratas tocavam a música da mudança em tempo integral, fato que certamente ajudou a impulsionar o cenário rocker no país. Mais de 25 milhões de pessoas, mais da metade da população britânica em 1966, escutavam aos piratas diariamente. Muitas rádios, como a do filme, rondavam a costa da Inglaterra à bordo de barcos cheios de aparelhagem.

Curtis fez um apanhado de suas 59 canções preferidas para a trilha, tem Who, Rolling Stones, David Bowie, Jeff Beck, Cream, Jimi Hendrix e Kinks, para citar alguns dos sons, notadamente um repertório montado com alegre dedicação. No começo, a seleção reunia 200 faixas. Para colocar os atores no clima daquela época, Curtis deu a eles iPods com as músicas programadas para que ouvissem antes das filmagens.

Philip Seymour Hoffman, Bill Nighy, Rhys Ifans e Nick Frost (Todo Mundo Quase Morto) interpretam os DJs, e Kenneth Branagh surge na pele do oficial do governo Dormandy, que, desprezando o gosto das massas pelas guitarras gritantes, instrui seu pau mandado Twatt (Jack Newport) a encontrar um jeito de tombar a rádio e prender a tripulação.  Os Piratas do Rock recebeu todo tipo de crítica lá fora, onde estreou nas telonas no dia primeiro deste mês. Há quem tenha adorado e detestado. Mas é claro que curtir ou não de um filme às vezes tem a ver com nosso estado de espírito.

Uma das cenas iniciais mostra um rapaz dizendo boa noite aos pais e subindo para o quarto. Logo ele aparece deitado com um rádio na orelha. Em entrevista ao Daily Mail, Richard Curtis revelou que “Sim, aquele sou eu. É o que eu costumava fazer. Costumava ficar com aquele rádio ligado o tempo todo. À noite, eu tinha de esconder debaixo da coberta, com o volume baixo, já que meus pais não me permitiam”.

Você pode gostar de assistir Os Piratas... se conseguir perceber nele aquilo que é seu substrato, um divertido e descompromissado ensaio sobre o som que mudou as nossas vidas.






 
 Links relacionados 
· Mais sobre Rock Press
· Notícias por claudia


As notícias mais lidas sobre Rock Press:
Tudo que você queria saber sobre o U2


 Opções 

 Imprimir Imprimir


Tópicos relacionados


Desculpe, comentários não estão disponíveis para esta notícia.

Todos os Direitos Reservados Portal Rock Press ©

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.